• The Yo Effect

Por que o conceito importa

John Cunningham foi um capitão aviador inglês, na Segunda Guerra Mundial.

Seu esquadrão tinha a fama de derrubar o dobro de aviões  alemães em comparação com os demais esquadrões da Rainha. O segredo de John era conhecido por todo o país.


Ele gostava de comer cenouras. Por causa disso, sua visão era extremamente aguçada. Devido à vitamina A, John possuía a habilidade de enxergar melhor entre as alternâncias de luz e escuridão, permitindo maior controle das táticas adotadas e precisão no confrontos.


The mighty Spitfire - The most beautiful aircraft ever built.


Com frequência, os jornais lançavam matérias sobre sua alta capacidade de visão, fazendo de John uma celebridade . Raramente ele era visto à luz do dia, saindo apenas à noite, com óculos escuros.


John era um herói nacional.

Essa era a história que se contava na época. Uma versão criada em torno de um homem.  Uma história que tornou a Força Aérea Britânica admirada até hoje.


A verdade, porém, era outra.

A eficiência do esquadrão de John não tinha nada a ver com a sua supervisão, mas com um sistema de radar altamente preciso, desenvolvido em segredo pela Inglaterra.



Somente a Inglaterra fazia o uso da tecnologia e era imprescindível que os Países do Eixo não botassem as mãos nela. Por isso, foi fundamental criar o conceito de um superpiloto. Esse conceito desviou a atenção da Alemanha e protegeu a inovação dos ingleses.


Verdades engajam pessoas pela razão.

Conceitos engajam pessoas pela imaginação.


Na Era da Informação, precisamos mais do que meros atributos ou benefícios qualitativos para ganhar o coração das pessoas. 


Por mais verdadeira e transparente que a comunicação de uma plataforma, um app ou qualquer outro produto digital possa parecer, é bem possível que a mensagem emitida se perca em um nevoeiro de frases apelativas, trocadilhos enganosos e caça-cliques. Na batalha pela atenção do seu público, você precisa de um aliado.


Um conceito ajuda a unificar todos os aspectos racionais em uma experiência visual e verbal, provavelmente, mais estimulante e relevante. Mesmo que o produto em questão possa apresentar as mesmas características da concorrência, o que não deveria, mas, ocorre na maioria das vezes, se for bem executado este conceito pode inspirar uma jornada inesperada e diferente.


Tudo que é diferente se destaca da maioria.

Por isso, conceitos importam.

Conceitos tornam o que é comum diferente.